Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Pesquisa: cristãos sabem que a Bíblia permite beber, mas preferem se abster do álcool
01/12/2018 08:32 em Mundo Evangélico

A maioria dos cristãos na tradição protestante concordam que a embriaguez é um pecado, mas eles não há consenso sobre o tema da abstinência total do álcool, de acordo com uma nova pesquisa produzida pelo instituto LifeWay Research.

Um total de 87% dos cristãos protestantes que frequentam igrejas acreditam que “as Escrituras indicam que as pessoas nunca devem ficar bêbadas”, segundo a pesquisa. 59% se declararam abstêmios, dizendo que nunca ingerem bebidas alcoólicas, enquanto 41% preferem beber socialmente.

Esse dado mostra uma ligeira mudança em relação à mesma pesquisa, realizada em 2007, quando 61% declararam abstinência total e 39% afirmaram fazer consumo moderado de álcool.

“Embora o consumo de álcool continue sendo visto como dominante nos Estados Unidos, as atitudes dos congregantes sobre beber não mudaram muito na última década”, comentou Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research, em uma nota enviada à imprensa.

Segundo informações do portal Christian Headlines, 71% dos entrevistados discordam que “as Escrituras indicam que as pessoas nunca devem beber álcool”, contra 23%, que concordam com essa afirmação. Em comparação com a pesquisa de 2007, essa é uma mudança um pouco menos sutil, pois na ocasião 68% discordaram e 29% concordaram com a afirmação.

“As perspectivas dos frequentadores da igreja sobre o álcool não estão mudando muito rápido”, disse McConnell. “A maioria acredita que biblicamente eles podem beber, mas preferem não beber”, acrescentou o pesquisador.

A pesquisa também descobriu outras compreensões dos cristãos sobre o tema:

– O consumo de álcool é mais popular entre luteranos (76%) e metodistas (62%) do que os batistas (33%), não confessionais (43%) e Assembléia de Deus e outras denominações pentecostais (23%).

– Religiosos protestantes do sexo masculino (48%) são mais propensos a consumir álcool do que as mulheres (37%).

– Jovens adultos (com idades entre 18 e 34 anos) são divididos igualmente: 50% bebem, enquanto 50% não bebem. A maioria de todas as outras faixas etárias não bebe.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!